Educação Bilíngue

Atualmente, o aprendizado da língua inglesa é imprescindível para o ingresso no mundo globalizado. Acreditamos que quanto mais cedo o indivíduo entrar em contato com uma segunda língua, mais eficaz será seu aprendizado. Nessa fase de aquisição, a criança obtém mais facilmente, uma pronúncia nativa e o processo de aprendizagem é mais prazeroso. Existe também a vantagem no aspecto cognitivo. Sabemos que crianças bilíngues desenvolvem capacidades cognitivas que não são encontradas em monolíngues. Estudos mostram que essas crianças têm mais habilidade de raciocínio e maior criatividade, pois lidam com mais de um código linguístico.


A Global Me é uma escola bicultural que explora a cultura brasileira e americana. Porém, na Educação Infantil (1 a 5 anos), realiza o processo completo de alfabetização na língua portuguesa e oferece a seus alunos noções básicas da escrita na língua inglesa.

Na Global Me a língua inglesa é uma ferramenta para o aprendizado e é introduzida pela imersão. Os nossos alunos vivenciam a segunda língua e aprendem através da necessidade criada pela situação pedagógica proposta pelos professores especializados na área.

O processo de alfabetização na Global Me ocorre na língua portuguesa a partir dos 3 anos de idade. Possui uma carga horária específica para cada faixa etária e é realizada por uma professora alfabetizadora em um ambiente composto por referências escritas que servem de modelo para a produção das próprias crianças.


As atividades propostas visam trazer para a sala de aula, situações reais do cotidiano social. Isso significa, por exemplo, propor às crianças a escrita de uma lista de ingredientes necessários para a realização de uma receita de bolo, culminando em sua leitura. Durante essas aulas, as rodas de leitura são permanentes e têm uma função abrangente – ler para se distrair, para obter uma informação ou para conhecer mundos possíveis e imaginários. Aos 5 anos as crianças encerram a Educação Infantil na Global Me com hipóteses sólidas e consistentes sobre a escrita convencional.